top of page
Design sem nome (10).png

MÊS DE PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE PRÓSTATA

A falta de sintomas pode levar ao diagnóstico tardio do câncer de próstata

Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) mostram que o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele. Ainda de acordo com o órgão, são esperados para 2022, cerca de 65 mil novos casos da doença. Em termos de mortes, a média em 2021 foi de 16 mil homens.

Uma das grandes problemáticas relacionadas ao câncer de próstata é que na maioria das vezes ele não apresenta sintomas até estar num estágio avançado. Muitos crescem lentamente e permanecem confinados à próstata, onde as vezes não causam danos graves. Outros tipos crescem lentamente e podem precisar de pouco ou nenhum tratamento, já em alguns casos, são agressivos e podem se espalhar rapidamente para outros órgãos.

O câncer de próstata quando detectado precocemente, desde que esteja limitado à próstata, tem mais chances de ser tratado com sucesso. Ele geralmente acomete homens mais velhos, estimativas mostram que 6 em cada 10 casos são de pacientes com mais de 65 anos. Mas isso não significa que os mais jovens não devem prestar atenção.

A Campanha do Novembro Azul tem como meta conscientizar os homens da importância da prevenção e acabar com o preconceito com relação ao exame.

  • O câncer de próstata pode não causar sinais ou sintomas em seus estágios iniciais.

  • O câncer de próstata mais avançado pode causar sinais e sintomas como:

  • Dificuldade para urinar

  • Diminuição da força do fluxo de urina

  • Sangue na urina

  • Sangue no sêmen

  • Dor óssea

  • Emagrecer sem tentar

  • Disfunção erétil

Quais são os sintomas?

man-with-prostate-cancer-ribbon.jpg

Quais exames detectam o câncer de próstata?

  • Dosagem de PSA

  • Toque retal

O ideal é que ambos sejam realizados. Existem ainda os exames complementares como tomografia computadorizada, ressonância magnética e cintilografia óssea.

Quais são os tratamentos?

A depender do estágio:

  • Cirurgia

  • Radioterapia

  • Hormonioterapia

  • Quimioterapia

  • Radiofármacos

  • Drogas alvo dirigidas

  • Medicações que fortalecem os ossos

  • Vigilância ativa

Como prevenir?

  • Ter uma alimentação saudável.

  • Manter o peso corporal adequado.

  • Praticar atividade física.

  • Não fumar.

  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

bottom of page