Artboard 1.png
Prancheta 2.png

Nos últimos anos, em nível mundial e nacional, outubro se tornou um mês simbólico para a prevenção do câncer de mama. Desde a década de 90 o mês é marcado por ações ao redor do globo que visam conscientizar as mulheres a realizarem os devidos exames periódicos que detectam a doença.

A campanha do Outubro Rosa incentiva o autoexame e a mamografia para ampliar as chances de diagnóstico precoce e aumentar as chances de cura. O exame é simples e já salvou milhares de vidas. Na verdade, a prevenção deve acontecer durante os 12 meses do ano, mas este mês é representativo para a causa e movimenta empresas, entidades e instituições no mundo inteiro sobre o assunto.

Para incentivar o exame preventivo do câncer de mama, a ANEFAC entra no movimento e apoia a causa, pois é importante alertar e trazer informações sobre os riscos e a necessidade de diagnóstico precoce deste tipo de câncer, que é o segundo mais recorrente no mundo.

O fator de maior importância para a ANEFAC é prezar sempre pelo bem-estar e saúde das nossas colaboradoras, associadas e parceiras. Por isso, comece cuidando de você, associando uma alimentação saudável a práticas de exercícios. Essa atitude contribui para o aumento da qualidade de vida das mulheres de todas as faixas etárias.  

Faça exames periódicos, é recomendado a mamografia a cada dois anos, mas realize o autoexame regularmente. Quando detectado em fases iniciais, há mais chances de cura para o câncer de mama. Fique atenta aos sintomas:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;

  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

  • Alterações no bico do peito (mamilo);

  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;

  • Saída espontânea de líquido dos mamilos.

Não podemos esquecer que segundo previsões do Inca (Instituto Nacional do Câncer), entre 2020 e 2022, país chegará a mais de 66 mil casos de câncer de mama, o que equivale a 29,7% dos diagnósticos. Nos homens, a incidência é muito menor, com uma média de um caso para cada 100 mil indivíduos. Existe tratamento para câncer de mama! Cuide de você.

História

Uma pequena fita rosa levada no peito se tornou símbolo de luta e da importância da prevenção do câncer de mama. Iniciada em 1990, a campanha do “Outubro Rosa” é um movimento global. Dedicado à conscientização sobre a doença, destacando a necessidade do diagnóstico precoce e do tratamento adequado para as pacientes se tornou o objetivo do outubro.

Foi fundada uma organização não-governamental em homenagem a Susan G. Komen que morreu de câncer de mama, em 1982, nos Estados Unidos. Em 1986, ocorreu o primeiro mês de conscientização em outubro. Em 1991, a fundação adotou a fita rosa como símbolo da causa durante a Corrida pela Cura, em Nova York, que representa a cor rosada de uma pessoa saudável.

No Brasil, o primeiro ato em alusão ao “Outubro Rosa” aconteceu em 2002, em São Paulo. Em 2010, o Instituto Nacional do Câncer aderiu ao movimento e passou a promover eventos técnicos e disseminar informações sobre prevenção do câncer de mama.

Prancheta 3.png

Como uma das iniciativas para lembrar a luta contra a doença, monumentos icônicos costumam ser iluminados com a cor rosa no mês de outubro.  Entre eles, a Torre Eiffel, na França; o Cristo Redentor, no Brasil; e a Casa Branca, nos Estados Unidos; e até mesmo a Casa Rosada, na Argentina, já colocaram luz sobre a luta contra o câncer de mama.