Outubro rosa-01.png
Prancheta 2.png

Nos últimos anos, em nível mundial e nacional, outubro se tornou um mês simbólico para a prevenção do câncer de mama. Desde a década de 90 o mês é marcado por ações ao redor do globo que visam conscientizar as mulheres a realizarem os devidos exames periódicos que detectam a doença.

A campanha do Outubro Rosa incentiva o autoexame e a mamografia para ampliar as chances de diagnóstico precoce e aumentar as chances de cura. O exame é simples e já salvou milhares de vidas. Na verdade, a prevenção deve acontecer durante os 12 meses do ano, mas este mês é representativo para a causa e movimenta empresas, entidades e instituições no mundo inteiro sobre o assunto.

Para incentivar o exame preventivo do câncer de mama, a ANEFAC entra no movimento e apoia a causa, pois é importante alertar e trazer informações sobre os riscos e a necessidade de diagnóstico precoce deste tipo de câncer, que é o segundo mais recorrente no mundo.

O fator de maior importância para a ANEFAC é prezar sempre pelo bem-estar e saúde das nossas colaboradoras, associadas e parceiras. Por isso, comece cuidando de você, associando uma alimentação saudável a práticas de exercícios. Essa atitude contribui para o aumento da qualidade de vida das mulheres de todas as faixas etárias.  

Faça exames periódicos, é recomendado a mamografia a cada dois anos, mas realize o autoexame regularmente. Quando detectado em fases iniciais, há mais chances de cura para o câncer de mama. Fique atenta aos sintomas:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;

  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

  • Alterações no bico do peito (mamilo);

  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;

  • Saída espontânea de líquido dos mamilos.

Não podemos esquecer que segundo previsões do Inca (Instituto Nacional do Câncer), entre 2020 e 2022, país chegará a mais de 66 mil casos de câncer de mama, o que equivale a 29,7% dos diagnósticos. Nos homens, a incidência é muito menor, com uma média de um caso para cada 100 mil indivíduos. Existe tratamento para câncer de mama! Cuide de você.

Prancheta 3.png
woman-recovering-after-breast-cancer.jpg
Novembro Azul - Post para Instagram (1).png

O Novembro Azul muito mais do que buscar a prevenção ao câncer de próstata, tem como objetivo conscientizar os homens, todos os dias, para os cuidados com a sua saúde.

Idealizada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, a campanha alerta e orienta sobre a importância de os homens adquirirem hábitos e comportamentos que irão garantir o seu bem-estar físico e mental. Nesse sentido, a ANEFAC entra na campanha com o objetivo de conscientizar e incentivar o cuidado com a saúde masculina. 


 

O câncer de próstata é o crescimento de células malignas no tecido da próstata. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que para cada ano do triênio (2020/2022), sejam diagnosticados no Brasil quase 66 mil novos casos. Um em cada nove homens será diagnosticado com esse tipo de câncer ao longo da vida. Por isso, apoiamos a campanha Novembro Azul para incentivar os homens a fazerem exames para a detecção precoce do câncer, pois assim há maior possibilidade de cura.
 

Sabemos a importância de conscientizar a sociedade sobre o câncer de próstata, uma vez que ainda é um tabu e é uma doença que atinge muitos homens no país. Esperamos incentivá-los a fazerem check-ups médicos para prevenir a doença. O câncer de próstata, por suas características, pode ser facilmente detectável e altamente curável quando diagnosticado precocemente.
 

A incidência desse tipo de câncer é mais comum em homens com mais de 50 anos. Alguns dos principais sintomas são: aumento da frequência urinária, dificuldade para urinar, sangue na urina e diminuição do fluxo urinário, entre outros. Para diagnosticar esse tipo de câncer, existem dois métodos mais utilizados: o exame da próstata por meio do toque retal e o exame laboratorial (PSA).
 

Como se prevenir?
 

- Fazer exames de rotina;

- Manter uma alimentação saudável;

- Praticar atividades físicas;

- Ficar atento às alterações urinarias;

- Manter um peso saudável;

- Evitar tabagismo;

- Manter consultas de rotina em dia;

 

- Informar-se sobre a doença.

ESCOLHA A PREVENÇÃO!