Oportunidades em um mundo em transformação: Congresso ANEFAC 2021 trouxe conteúdo diversificado

Atualizado: Jun 15




Realizado 100% digital em nível nacional e internacional, entidade propiciou a participação de um público maior que do ano passado

Uma onda de transformações assola o mundo. Ao mesmo tempo que traz desafios, cria oportunidades inimagináveis. Estamos na era da transformação digital, o on-line sobrepõe o físico em muitas situações. Nas empresas e nas relações interpessoais, da educação à medicina, tudo tem se modificado. Os impactos provocados pela pandemia vieram para ficar, resta a sociedade, como um todo, identificar as “oportunidades no mundo em transformação”. Este é o mote do 23º Congresso ANFAC, que aconteceu nos dias 17, 19 e 21 de maio em nível nacional e internacional.

Com formato 100% digital, o Congresso trouxe recurso virtual de última geração. Dividido em três dias, englobou conteúdos diversificados que visaram estar alinhados às necessidades atuais das empresas e dos profissionais. Conteúdo de vanguarda, networking e especialistas de renome. Com inscrições record, o Congresso ANEFAC 2021 foi um marco por diversos aspectos. “Pela abrangência de temas, todos as áreas da ANEFAC foram representadas de uma ou de outra forma”, explica David Kallás, diretor executivo responsável pelo evento. Confira abaixo a entrevista.

Como foi o formato do Congresso ANEFAC em 2021?

David Kallás: Aperfeiçoamos a nossa plataforma digital que permitiu momentos que casaram conteúdo com networking. Esses dois pilares serão essenciais para mantermos o Congresso ANEFAC dentro do seu propósito. A pandemia trouxe um movimento muito forte de lives, mas nosso formato foi além com conteúdo diversificado e interação com os inscritos. Estruturamos os chamados momentos “interação” que estavam ao longo da programação. Reconhecemos que não foi um network tão espontâneo como costumava ser, mas foi possível formar uma rede de contatos e gerar negócios.

Como foi o conteúdo?

A grade de conteúdo foi dividida em nacional e internacional. No nacional, temáticas como: cenários da pandemia de Covid-19, ESG: oportunidades e desafios para as empresas, fusões e aquisições (M&A), o que fazer para atrair e reter clientes em meio a tanta inovação, consumo consciente: o mercado de consumo está em plena transformação, gestão de riscos: como identificar e mitigar, mercado de crédito de carbono: uma visão global, quais os desafios para o sucesso do open banking no Brasil?, digital e mobilidade, entre outros. Já no internacional, temas como: Carrer Sucess in Digital Age.

Qual é o diferencial do Congresso ANEFAC?

Ressalto o papel de toda a diretoria alinhada à superintendência da ANEFAC, em encontrar assuntos e especialistas com qualidade técnica excepcional. Para sermos mais assertivos com as empresas e os profissionais, é preciso ser ainda mais criterioso na escolha dos assuntos realmente relevantes e alinhados com a temática central. Nenhum tema relevante precisou ficar de fora, mas foi preciso dar uma afinada com a importância geral.

E quais os ganhos de um evento 100% digital?

A abrangência. Neste formato, podemos ampliar o congresso em nível internacional. Tivemos uma participação de 20% a mais do público do evento do ano passado. A única desvantagem, novamente, foi o fato de as pessoas não poderem se encontrar pessoalmente, porque, nos demais aspectos, consideramos este formato o resultado de uma transformação digital positiva que a ANEFAC está tendo.

Confira toda a cobertura na Revista ANEFAC Digital.



13 visualizações0 comentário